COLÉGIO ANTÔNIO ALVES RAMOS- Educação Consciente

TEMA NORTEADOR/ 2.011:

Educação e vida: compromisso com o planeta.

OBJETIVO: Educar para a vida, promovendo ações fraternas comprometidas com o planeta.

PROJETO DO 4º ANO:

Um por todos...e todos pelo futuro do planeta!

***Objetivo geral:

Sensibilizar para o respeito à diversidade das relações fraternas.

Promover situações práticas em defesa à sustentabilidade do nosso planeta.

Visite o SITE do nosso colégio:
http://colegioantonioalves.pallotti.com.br/

Visite o blog:
http://escolavicentepallotti.blogspot.com/


4º ANO/ 2.011

Fique informado!!!!

Loading...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

PROJETO ANOS INICIAIS: EDUCAÇÃO E SAÚDE É O QUE INTERESSA...O RESTO NÃO TEM PRESSA!



Quando iniciei este projeto, ele era destinado para uma turma de 4º Ano, porém este ano trabalharei com professores, então tive a ideia de aproveitá-lo e adaptá-lo para os anos iniciais. Decidi postá-lo aqui porque é uma escola da mesma congregação dos Padres Pallottinos, a qual irei trabalhar todo o dia neste ano de 2.012.Considero a Escola Vicente Pallotti, irmã do Colégio Antônio Alves Ramos(Patronato) porque muitos professores são comuns às duas instituições e as duas pertencem a mesma Sociedade. Importante eu dizer também que quero deixar mais esta colaboração para os meus seguidores e visitantes destes dois anos, pois foram grandes incentivadores que muito me inspiraram e também solicitavam atividades.
Deixo o meu blog de presente para o Colégio Antônio Alves Ramos porque aqui está o retrato do meu trabalho, o qual aprendi neste colégio durante 19 anos.
Não tenho palavras para agradecer tudo o que aprendi com a orientação da minha coordenadora Cristina Bento Farias, ex Diretor Profº Antônio Campagnholo e atual Diretor Pe. Alessandro Miola e demais profissionais dos setores.
Agradeço também tudo o que aprendi com minhas colegas e ex colegas, pois nosso trabalho era sempre compartilhado e aqui, com certeza, tem um pedacinho de cada uma. Sem vocês e sem meus alunos e ex alunos, eu não seria a Profe Janete. Muito obrigado e que Pallotti abençoe todos nós hoje e sempre. Um feliz ano letivo para todos! Postagens agora, só no blog da Escola Vicente Pallotti. Bjbjbj!!!
Espero sua visita lá também!
"Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo."
Projeto: Anos Iniciais
Educação e Saúde é o que interessa...o resto não tem pressa.
Justificativa:
Considerando o tema da Campanha da Fraternidade 2.012 e necessidades locais da realidade onde a escola está inserida, é importante somar ao nosso planejamento este projeto.
A saúde é um tema transversal que deve ser enfocado nos currículos em todos os níveis de ensino. Deve abranger todos os componentes curriculares de forma interdisciplinar.
Quando tratamos de educação e saúde, segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais, “percebemos que eles orientam quanto à preocupação que devemos ter em procurar assegurar aos educandos, uma aprendizagem que modifique as atitudes e os hábitos de vida e que envolvam o ser humano, a saúde e o meio ambiente”. (PCN’s SAÚDE, 2000, p. 65)
A escola é um espaço educativo e formador, apropriado para a construção da Educação em saúde, por possuir missão educativa complementar à missão da família. Assim, colabora com a construção de valores pessoais e do significado atribuído a objetos e situações, dentre as quais se encontra a saúde.
É de suma importância referenciar a educação em saúde no ensino fundamental, especialmente nas séries iniciais. Isso porque atitudes favoráveis ou desfavoráveis à saúde são constituídas desde a infância, por meio da identificação de valores observados em modelos externos ou por grupos de referências.
Sendo assim, a escola cumpre um papel destacado na formação dos cidadãos para a construção de hábitos saudáveis, na medida em que o grau de escolaridade e de desenvolvimento cognitivo contribuem para o nível de saúde da população, proporcionando a valorização da saúde, o discernimento e a participação de decisões relativas a saúde individual e coletiva.
Portanto, na escola, educar para a saúde significa promover saúde, formando no aluno as competências necessárias para o exercício da cidadania, da capacitação para o auto cuidado, bem como a compreensão de que a saúde é um direito e responsabilidade pessoal e social (DISTRITO FEDERAL, 2002).
É importante que a escola forme cidadãos capazes de viver nesta sociedade repleta de novas tecnologias e consumismo exagerado. Então, uma das metas a serem atingidas pela escola é a formação de valores e hábitos e entre eles está à consolidação dos hábitos de higiene e alimentação a qual deveria já vir formada pela família e que muitas vezes isto não acontece. Cabendo a escola, introduzir e firmar estes hábitos sendo que, para isto é preciso começar pela própria alimentação oferecida aos alunos no horário do lanche, a qual deve permitir a ele o contato com uma alimentação diversificada e saudável.
O professor deve manter o aluno em contato com informações, de preferência de forma lúdica, sobre os alimentos, a higiene com o corpo e com o ambiente, também orientar os alunos sobre o exagero que a mídia transmite através de propagandas, desenhos e programas de televisão para aumentar o consumo de muitos alimentos que não são saudáveis e podem prejudicar a saúde.
O estado de saúde ou de doença decorre da satisfação ou não das necessidades biológicas, afetivas, sociais e culturais, que, embora sejam comuns, apresentam particularidades em cada indivíduo, nas diferentes culturas e fases da vida.
Assim, a Educação constitui-se em importante ferramenta para estimular hábitos saudáveis.
Objetivo Geral:
Valorizar atitudes e comportamentos favoráveis em relação à alimentação e à higiene (pessoal, social, mental e espiritual), desenvolvendo a responsabilidade no cuidado com o próprio corpo e com os espaços que habita, promovendo a saúde.

Público:
Este projeto é uma sugestão destinada à Escola de Ensino Fundamental Vicente Pallotti- Anos Iniciais, também pode ser adaptado para a Educação Infantil. Cada professor(a) poderá incluir em seu planejamento as atividades e conteúdos referentes ao ano que trabalha.

Duração:
Ele pode ser desenvolvido durante o ano ou, depende do tempo que o professor deseja dispensar aos conteúdos trabalhados.
Objetivos Específicos:
*Identificar e criar o hábito de uma boa alimentação;
*Identificar e investigar o valor nutritivo das frutas, legumes, verduras, carnes, cereais, leite e seus derivados;
*Identificar os cuidados com a higiene pessoal e dos objetos na preparação dos alimentos e ao sentar à mesa para as refeições;
*Identificar a necessidade de contribuir para manter seu ambiente familiar e escolar organizado e limpo para que todos tenham saúde, valorizando as atitudes relacionadas à saúde e ao bem estar individual e coletivo;
*Adquirir conhecimentos das Ciências Naturais, sobre as plantas, vegetais, vacinas, doenças, a importância da água, da chuva e do sol para os seres vivos;
* Conhecer as doenças associadas à falta de higiene no trato com alimentos: intoxicações, verminoses, diarréias e desidratação; medidas simples de prevenção e tratamento; medidas simples de primeiros socorros diante de: escoriações e contusões, convulsões, mordidas de animais, queimaduras, desmaios, picadas de insetos, torções e fraturas, afogamento, intoxicações, cãimbras, febre, choque elétrico, sangramento nasal, diarréia e vômito, acidentes de trânsito (palestra);
• Reconhecer os fatores ambientais mais significativos para a saúde presentes no dia-a-dia da criança: sistema de tratamento da água, formas de destino de dejetos humanos e animais, lixo e agrotóxicos;
•Conhecer e evitar os principais riscos de acidentes no ambiente doméstico, na escola e em outros lugares públicos.
*Pesquisar e registrar sobre os hábitos alimentares da família e do seu grupo;
* Valorizar o planejamento familiar;
*Refletir sobre as suas ações diárias em relação a sua saúde, o que engloba cuidado e preservação com o meio ambiente e higiene;
* Levar o aluno a perceber a necessidade de adquirir bons hábitos de higiene para ser saudável;
*Desenvolver independência para manter sua higiene pessoal;
* Identificar doenças causadas por falta de higiene;
* Discutir as formas de higiene corporal, bucal, etc.;
* Estimular para a prática correta de tomar banho, cortar as unhas e cabelos;
* Estabelecer vínculo entre profissionais de saúde e alunos, através de palestras sobre higiene e saúde.
* Conscientizar o aluno e a comunidade sobre a necessidade de se estabelecer critérios para um consumo responsável.
* Incentivar o consumo de alimentos importantes, como os vegetais, através de atividade que estimule cuidados e acompanhamento no crescimento desses alimentos (horta).
* Resgatar a história do Arroio Cadena;
* Ser parceiro e responsável na promoção da saúde.
CONTEÚDOS E ÁREAS DE CONHECIMENTOS:
Português:
Diferentes textos sobre o tema: Saúde- Alimentação- Higiene
Os alimentos presentes na poesia, música e contos brasileiros: cultura
No processo de alfabetização utilizar palavras relacionadas ao tema.
Produção textual individual e coletiva.

Matemática:
Sistema Monetário (Recolher folhetos de promoção e trabalhar em sala de forma interdisciplinar com situações fictícias de compra, troca e outras, Ex: peso, operações, nutrientes, componentes químicos, etc.)
Situações – problemas da realidade
Lista de alimentos e produtos de primeira necessidade (preços)
Dúzia e meia dúzia.
Metade.
Sistema de medidas: tempo e massa
Formas geométricas
Artes:
*Músicas e cantigas
* Pintura, modelagem, recorte e colagem com material diverso, desenho livre e dirigido.
* Montagem de painéis.
* Releitura da obra de Tarcila do Amaral: O Vendedor de Frutas
Ciências:
*Meio ambiente (água e saúde, solo e saúde, ar e saúde);
*Seres vivos e suas necessidades;
*Corpo e higiene;
*Órgãos dos sentidos;
*Alimentação e saúde (antigamente e hoje);
* Obesidade e dietas da moda;
*Vegetais;
* valor nutritivo dos alimentos;
*A importância da preservação da água e dos recursos naturais;
*Nutrição e desnutrição;
*Hábitos de alimentação e higiene;
* Reciclagem de Alimentos;
* Reeducação alimentar;
* Dia Mundial da Saúde- 7 de abril.
Estudos Sociais:
* Estatuto da Criança e Adolescente (crianças e adolescentes merecem proteção integral, isto é, condições completas para seu bom desenvolvimento. É um conjunto de regras que estabelecem os direitos dos menores à vida, saúde, convivência familiar, educação... e também seus deveres dentro da sociedade.);
* Direitos Humanos no que se refere à Saúde e bem estar (Artigo XXV)
1. Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.
2. A maternidade e a infância têm direito a cuidados e assistência especiais. Todas as crianças nascidas dentro ou fora do matrimônio gozarão da mesma proteção social.
* Influência da cultura na alimentação;
* Influências na alimentação brasileira: contribuições dos índios, portugueses, negros e influências atuais.
* Alimentação nas diferentes regiões do Brasil: considerando a colonização, fatores ambientais, pratos típicos e os diversos nomes existentes para um mesmo alimento (sinonímia brasileira);
* Recursos naturais;
* Matéria prima;
* Estações do ano;
* Arroio Cadena;
* Atividades predominantes na comunidade relacionadas ao tema;
* A necessidade de saneamento básico para uma melhor qualidade de vida;
- Como a coleta de lixo ajuda na preservação do meio ambiente e prevenção de doenças;
- A responsabilidade social das indústrias;
- As doenças causadas pelos depósitos de lixos e as despesas decorrentes com a saúde pública.
Ensino Religioso:
* Campanha da Fraternidade 2.012:
Tema: Fraternidade e Saúde Pública.
Lema: Que a saúde se difunda sobre a Terra.
* Os Dez Mandamentos da Saúde
* Academia da Fé Pallottina: Saúde Espiritual
* Passagens Bíblicas (alimento, cura...)
Inglês:
* Alimentos
* Partes do Corpo
* Higiene
Educação Física:
* Trabalhar os conteúdos de forma globalizada com atividades, lúdicas e práticas.
* Brincadeiras Orientadas
* Jogos
* Lateralidade e equilíbrio...
Recursos:
Palestras dinâmicas para prevenção de doenças e acidentes mais comuns na Vila Renascença;
Livros de literatura infantil;
Revistas;
Textos diversos;
Combinados da higiene na escola e em casa;
Receitas Saudáveis;
Trabalhar os alimentos por meio de jogos e brincadeiras;
Aparelho de TV, DVD e filmes;
Rádio e CDs;
Tintas, pincel. massa de modelar, papéis diversos, cola, tesoura;
Material para recorte; (encarte de super-mercado ,farmácia, lojas, revistas jornal e outros);
Material sucata;
Fantoches;
Horta;
Campeonato Esportivo;
Chás caseiros e seus benefícios;
Exposição: Conhecendo o que se come
*Frascos simbolizando remédios, contendo no interior um exemplo de alimento. A bula deverá conter os benefícios daquele alimento para a saúde, as doenças que pode prevenir ou curar, etc.;
Alimentos para degustação;
Material diverso para trabalhar com os órgãos dos sentidos;
Internet
Fazer exposição de fotografias dos pontos poluídos do Arroio Cadena, próximo à escola e possíveis soluções;
Campanhas educativas e preventivas;
Entrevistas com moradores da vila para levantar os principais problemas de saúde da comunidade;
Visitas ao posto de saúde para entrevistar assistente social, psicólogo ou profissional responsável com a finalidade de conhecer as ações desenvolvidas no bairro;
Debate com os alunos verificando as causas dos problemas de saúde e suas possíveis soluções;
Passeata de sensibilização sobre o tema saúde.
Procedimentos:
Contato com diversos tipos de textos referentes ao tema “alimentação e saúde”, como: poemas, textos informativos, contos, fábulas, histórias em quadrinhos; crônicas; diálogo, notícia, receita, propaganda, carta, bilhete...
Confeccionar álbum sobre alimentos ou saúde;
Confeccionar cartazes sobre os alimentos saudáveis e prejudiciais á saúde;
Confeccionar cartazes sobre os horários das refeições;
Respeito à mesa e como comer corretamente.
Fazer pesquisas sobre os hábitos alimentares da família;
Histórias com fantoches;
Jogo da memória das frutas;
Bingo de rótulos;
Atividades de classificação com rótulos de alimentos, material de higiene e limpeza;
Atividades com tintas, modelagem, recorte e colagem, dobraduras;
Atividades de mercadinho, utilizando dinheiro de brincadeira. (compra e venda);
Passeio ao mercado;
Relatório oral ou escrito e através de desenhos sobre as visitas;
Brincadeiras cantadas e de movimento no pátio.
Avaliação:
A avaliação será realizada durante todo o decorrer do projeto, através de observações, anotações, pelas conversas, questionamentos e instrumentos avaliativos e parecer descritivo no final de cada trimestre(AI). Desta forma, será possível verificar se houve êxito nos objetivos propostos.
Sugestões para material de apoio:
Literatura infantil e livros pedagógicos:
O Sanduíche da Maricota - Avelino Guedes – Editora - Moderna
A Galinha Ruiva – Editora FTD.
Coleção Baú do Professor – Histórias e oficinas pedagógicas: histórias com projetos abrangendo várias áreas de conhecimento
Coleção A Nova Pré- Escola – projetos diários – Marisa Barreto – Editora Bolsa Nacional do Livro
Escovão e o Porcalhão – Ely Barbosa – Editora FTD
Coleção Cuidando do Corpo – Educação Infantil – Editora FAPI
Coleção Fantasia dos Dentinhos – Patrícia Amorim – Edições Sabida
Jogos, projetos e oficinas para Educação Infantil – Marília Centurión e outros – Editora FTD.
Educação Física Infantil – motricidade de 1 a 6 anos – Profª Catalina G. Rodriguez- Editora Porte
Alguns episódios dos DVD da Turma Coricocó, também trata do Tema Alimentação e Saúde.
Bibliografia:
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, de 5 de outubro de 1988. Disponível
em: www.camaradosdeputados.gov.br. Acesso em 14 de julho de 2006.
DISTRITO FEDERAL. Secretaria do Estado de Educação. Currículo da educação básica
das escolas públicas do Distrito Federal; séries iniciais. 2º ed/Secretaria de Estado de
Educação. – Brasília: Subsecretaria de Educação Pública, 2002.
PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS: 1ª a 4ª série. Brasília: MEC/SEF, 1997. v. 8 e 9.
PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS: SAÚDE. Brasília: MEC/SEF, 2000.
OS SETE SABERES NECESSÁRIOS À EDUCAÇÃO DO FUTURO – Edgar Morin – Editora Cortez
http://www.portaleducacao.com.br/
http://portal.mec.gov.br
http://portal.anvisa.gov.br/
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/planos_aula.pdf
www.brincandocomcores.blogspot.com
Adaptação: Profe Janete Motta
Sugiro que cada professor(a) analise as atividades e conteúdos. Veja quais poderá trabalhar com a sua turma, modificar e/ou acrescentar de acordo com a realidade dos alunos e proposta pedagógica da escola.

2 comentários:

  1. Parabéns pelo seu trabalho é muito bom.Gostaria de receber sugestões com o conto o gato de botas para trabalhar com a turma do 4º ano.Obrigada desde já.lucinhamorais3@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Parabenizo a professora que desenvolveu este projeto. Pretendo fazer um trabalho nesta área com os alunos da escola onde trabalho abrangendo alunos dos anos iniciais.Tenho este projeto em mente.Agradeço por compartilhar conosco este trabalho que é de grande valia para a educação individual e coletiva.

    ResponderExcluir

Free JavaScripts provided
by The JavaScript Source